As matérias

  

MATÉRIAS NUCLEARES

 

Futebol

  O FUTEBOL (FUTSAL) é introduzido desde cedo, pois é a modalidade cujas características técnicas (e regras) são mais conhecidas dos alunos, além de que dificilmente os alunos podem bloquear o jogo por egocentrismo na posse da bola; (…) permite assegurar a aquisição de competências básicas, nomeadamente as que dizem respeito à dissociação motora dos apoios, no jogo de deslocamento concomitante com o domínio da bola, que são de grande importância na formação da plasticidade ou disponibilidade para a realização de acções complexas.

Voleibol 

A formação das competências básicas do VOLEIBOL também é proposta desde o 1. ° Ciclo, pois exige uma fase de introdução prolongada para viabilizar o jogo com características formais e técnicas. Por outro lado, apresenta um grande potencial de desenvolvimento global, pela habilidade de posicionamento para adaptação às trajectórias da bola e pelo próprio deslocamento sem controlo visual do solo, sendo também de referir a exigência de repulsão da bola característica desta matéria, que nas suas variantes técnicas constitui um excelente meio de aperfeiçoamento do controlo motor e da deliberação táctica.

Basquetebol

  A aprendizagem dos “fundamentos” dos jogos de “invasão”, em que se agarra e dribla bola,  BASQUETEBOL e ANDEBOL, deve também ser assegurada na prática de “jogos infantis” ou em formas de jogo de preparação (“jogos pré-desportivos”), adequadas aos dois últimos anos do 1. ° Ciclo e ao 5. ° ano, preparando as bases de aptidão individual necessária a uma prática do “jogo formal” vocacionada para o aperfeiçoamento dessa prática (em equipa) e do próprio aluno.

 A GINÁSTICA introduz-se desde a infantil, recebendo uma carga mais significativa do 3.° ao 8.° anos, pois esse é o período favorável (em termos de desenvolvimento motor e características morfológicas) para aceder ao nível elevado de desempenho e de aprendizagem das habilidades mais complexas nesta área.

Atletismo

O ATLETISMO, pelo contrário, pelas características das suas habilidades (fechadas) e das suas formas (provas de performance dependente de níveis de desenvolvimento das capacidades físicas condicionais), admite que se lhe atribua maior carga horária nos anos “do meio para o final do curso”, quando essas formas revelam interesse face às características e necessidades de desenvolvimento físico, devendo o tratamento das matérias desta área, nos anos anteriores, centrar-se na dimensão técnica (habilidades).

 

A posição das exigências de domínio dos Jogos de Raquetas (BADMÍNTON, TÉNIS e TÉNIS DE MESA) nestes quadros justifica-se por argumentos semelhantes aos da Luta e também por admitir uma variedade de jogos e experiências “pré-desportivas”, sem por isso implicar uma carência essencial no conjunto das capacidades coordenativas nem o impedimento (no caso de opção dos alunos) do aprofundamento posterior dessa matéria.

 A DANÇA (de Salão, Modernas e Tradicionais) surge ao longo do curso de Educação Física, pois o tratamento desta área, tão importante, deve permitir uma progressão da qualidade de prática e dos seus efeitos, de acordo com as possibilidades dos alunos na composição, na interpretação (técnica) e na apreciação. Essas possibilidades são suscitadas pelo desenvolvimento global do aluno, para o qual a Dança deve também contribuir, pois inclui uma variedade de actividades acessíveis,quanto aos recursos necessários, e de amplo significado para a sensibilidade dos alunos.

Pela importância da NATAÇAO no desenvolvimento harmonioso e no bem-estar físico e psíquico do individuo e, pelo facto do Colégio dispor de instalações adequadas (piscina), esta matéria assume-se nuclear no currículo da discplina de Educação Física.

CONDIÇÃO FÍSICA

Desenvolvimento das CAPACIDADES MOTORAS CONDICIONAIS E COORDENATIVAS aprendizagem dos processos de desenvolvimento e manutenção da condição física.

PARTICIPAÇÃO NA ACTIVIDADE FÍSICA

Aprendizagem dos conhecimentos relativos à INTERPRETAÇÃO e PARTICIPAÇÃO nas estruturas e fenómenos sociais extra-escolares, no seio dos quais se realizam as actividades físicas.

 MATÉRIAS ALTERNATIVAS

 Hóquei em Campo … Basebol… Luta… Actividades de Exploração da Natureza…Râguebi (Bitoque) …